REFLEXÕES SOBRE O CUIDADO DE ENFERMAGEM À COMUNIDADE LGBTQIA+

Autores

  • Aldenir Fiadinho da Silva Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires

Resumo

Introdução: A comunidade LGBTQIA+ enfrenta grandes dificuldades relacionadas ao atendimento de saúde pública, em diversos países e estados e por se tratar de um atendimento individualizado, muitos profissionais atualmente se encontram em total despreparo, no que diz respeito a questão técnico/cientifica e também o acompanhamento biopsicossocial. Método: O levantamento dos artigos científicos e livros acadêmicos foi realizado no Google Acadêmico, SCIELO, TEMPOSACTAS. Os textos foram selecionados a partir dos Descritores em Ciências da Saúde estabelecidos pela SCIELO: conceito LGBTQIA+, Implementação de políticas públicas, promoção e prevenção a saúde e prevenção de IST´s. Resultados: A maioria dos artigos encontrados correlacionados a assuntos sobre grupos LGBTQIA+ estavam envolvidos com a discriminação e violência, é de suma importância que todos os indivíduos possam viver de forma igualitária em todos os aspectos. Conclusão: É necessário que os profissionais de saúde se atualizem em relação ao atendimento humanizado e igualitário para tal público, sendo que na maioria dos casos grandes problemas de saúde pública poderiam ser evitados, diminuindo, assim, a demanda em ambos os níveis de atenção. O objetivo geral deste estudo foi apontar as falhas no atendimento de forma geral da saúde para a comunidade LGBTQIA+. O objetivo específico foi enfatizar o despreparo dos profissionais e a falta de embasamento técnico/cientifico voltada para a comunidade.

Downloads

Publicado

2021-11-09

Como Citar

1.
Fiadinho da Silva A. REFLEXÕES SOBRE O CUIDADO DE ENFERMAGEM À COMUNIDADE LGBTQIA+ . Rev Inic Cient Ext [Internet]. 9º de novembro de 2021 [citado 30º de novembro de 2021];4(2). Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/334