A EFICÁCIA DA HIDROTERAPIA EM PACIENTES COM OSTEOARTROSE NO JOELHO

Autores

  • Caio Rafael Piola Kruger Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires
  • Isabeth Maria Silva
  • Andreia Cristina Ribeiro Izidro Sampaio.

Palavras-chave:

Pacientes, Osteoartrose, Tratamento

Resumo

Este trabalho tem como objetivos apresentar a eficácia dos métodos e recursos da hidroterapia no tratamento da osteoartrose no joelho. Cabe ressaltar que a osteoartrose atinge tanto os idosos como forma de envelhecimento, porém não é considerado um processo patológico, e acomete jovens por conta de algum trauma articular, porém os idosos são mais vulneráveis. A circunstância dos pacientes com osteoartrose no joelho, em geral é distinta tal como um processo lento e gradual de degradação da cartilagem articular. Esta lesão é classificada em primária e secundária, possuindo características degenerativas e idiopáticas. No caso da secundária, um fator inicial pode ser identificado, como traumatismo articular, infecções articulares, necrose avascular, doenças inflamatórias, doenças metabólicas e doenças hemorrágicas. A hidroterapia é um método muito usado na reabilitação de pacientes com osteoartrose de joelho, utilizando várias técnicas e recursos terapêuticos na água visando o melhoramento funcional e mental do paciente, devido aos princípios físicos da água como densidade relativa, flutuação, resistência do fluido e pressão hidrostática.

Referências

Camanho GL, Camanho LP, Viegas AC. Reconstrução do ligamento cruzado anterior com tendões dos músculos flexores do joelho fixos com Endobutton. Revista Brasileira de Ortopedia 2003 ;38(6):329-336.

Polizelli AB, Machado KA, Polizelli KM, Albertini R. Hidroterapia na Osteoartrose de Joelho. XI Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e VII Encontro Latino Americano de Pós-Graduação – Universidade do Vale do Paraíba. 2007;864-867.

Soares N, Fabrin S, Regalo SC, Verri ED, Gurian MB. Técnicas terapêuticas da hidroterapia aplicadas na reabilitação de pacientes com artrite reumatoide juvenil: revisão de literatura. Revista Digital. 2014 ;19(197).

Kisner C, Colby LA. Exercícios terapêuticos fundamentos e prática. 2nd ed. Manole; 1998. 699 p.

Pinho RA, Barros M. Atividade Física e Qualidade de Vida: Proposta Curricular nos Cursos de Graduação da UNESC. Revista Ciências Humanas. 2000;6(1):27-35.

Buckwalter J. Osteoarthritis and articular cartilage use, disuse and abuse. The Journal of Rheumatology. 1995; (22):5-13.

Carril MLS, Petit JD, Gabriel MRS. Fisioterapia em traumatologia, ortopedia e reumatologia. Rio de janeiro: Revinter. 2001;278.

Kelley W. N, Harris E. H, Ruddy S, Sedge C. B. Textbook of Rheumatology. 5. Ed. Vol. 2, 1998.

Silva B, Batista C. Tratamento fisioterápico no paciente portador de osteoartrose de joelho. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Fisioterapia), 2003.

Downloads

Publicado

2021-06-09

Como Citar

1.
Piola Kruger CR, Silva IM, Ribeiro Izidro Sampaio. AC. A EFICÁCIA DA HIDROTERAPIA EM PACIENTES COM OSTEOARTROSE NO JOELHO. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 9º de junho de 2021 [citado 24º de outubro de 2021];4(1):595-602. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/320