Antivacinação: Um Movimento Consequente Na Realidade Brasileira

Autores

  • Millena Rodrigues da Silva Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires
  • Letícia Aparecida de Souza Teles Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires
  • Erci Gaspar da Silva Andrade Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires

Palavras-chave:

recusa vacinal, vacinação, movimento contra a vacinação, saúde pública

Resumo

Trata-se de um estudo de revisão integrativa que tem como referencial teórico estudos de abordagem sindrômica dos problemas sobre a temática da recusa vacinal e o movimento antivacinação e os mitos que norteiam essa prática. ​Método: ​Para este estudo foram utilizadas publicações em português e inglês, que abordam sobre o tema de antivacinação, com publicação entre os anos 2011 e 2019 . As buscas nos bancos de dados foram feitas na Scientific Electronic Library Online (Scielo), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs) e National Library of Medicine (Medline). ​Objetivo: Abordar sobre o movimento antivacinação, suas faces e consequências diante da realidade brasileira e os principais problemas acerca dessa temática. ​Resultados e discussões: ​As falsas notícias​, ​o desconhecimento e as crenças demonstram as principais causas da ascenção do movimento antivacinação, tornando as doenças infectocontagiosas um problema crescente. ​Conclusão: ​O movimento antivacinal traz consequências de saúde, sendo a vacinação um importante meio de prevenção de doenças imunopreveníveis, e os profissionais de saúde e autoridades de saúde são fundamentais na disseminação de notícias fidedignas e educacionais acerca das vacinas.

Publicado

2020-10-26

Como Citar

1.
Rodrigues da Silva M, Aparecida de Souza Teles L, Gaspar da Silva Andrade E. Antivacinação: Um Movimento Consequente Na Realidade Brasileira. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 26º de outubro de 2020 [citado 24º de novembro de 2020];3(2):483-94. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/307