A Relavância do Trabalho de Enfermagem frente às Oficinas Terapêuticas em Saúde Mental

Autores

  • Karina Rodrigues Barteli Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires
  • Erci Gaspar da Silva Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires

Palavras-chave:

Saúde Mental, Cuidado de Enfermagem, Enfermagem Psiquiátrica

Resumo

A enfermagem concede circunstâncias de conduzir os pacientes a vivenciarem os seus sentimentos e a explorar com eles o modo de lidar com os mesmos, as oficinas terapêuticas são executadas de acordo com as necessidades e com o interesse dos usuários, com vistas a possibilitar maior integração social e familiar. Objetivo: analisar a importância da equipe de enfermagem frente às oficinas terapêuticas, em ações individuais ou em grupo que impliquem em escuta, acolhimento, estímulo à vida, proporcionando autonomia em paciente da saúde mental. Método: Nesta pesquisa, foi elaborada uma revisão integrativa, que permite uma ampla abordagem que emerge como uma metodologia sobre um determinado tópico. Para realização da pesquisa e obtenção do material utilizados nesse estudo foram processados buscas nos bancos de dados: Lilacs, Scielo e Medline/Pubmed. Resultados: De acordo com os estudos realizados através das literaturas é primordial ao enfermeiro que planeja atuar na área saúde mental, busque o aperfeiçoamento, compreende a dinâmica do trabalho em conjunto, práticas terapêuticas e acolhimento. Conclusão: O profissional de enfermagem que trabalha no CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) demonstra a importância do cuidado não só do doente mental, que sofre com a doença nas relações que ele estabelece

Publicado

2020-05-16

Como Citar

1.
Rodrigues Barteli K, Gaspar da Silva E. A Relavância do Trabalho de Enfermagem frente às Oficinas Terapêuticas em Saúde Mental . Rev Inic Cient Ext [Internet]. 16º de maio de 2020 [citado 28º de maio de 2020];3(1):379-85. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/296