A saúde do enfermeiro com a sobrecarga de trabalho

  • Danielle Chrystine Muniz
  • Erci Gaspar da Silva Andrade
  • Walquiria Lene dos Santos
Palavras-chave: Estresse ocupacional, Saúde mental do enfermeiro, Depressão no profissional de saúde, Sobrecarga de trabalho

Resumo

Buscou-se alcançar a forma em que o enfermeiro vivencia a relação de cuidado, a qualidade do seu envolvimento emocional com o paciente, os reenvio pessoais que este envolvimento pode lhe trazer, as proporções aplicadas para o acareamento e prevenção ao adoecimento e acidentes de trabalho. O método eleito para alcançar o objetivo proposto foi a revisão bibliográfica que abordam a saúde do enfermeiro com a sobrecarga de trabalho. Demonstrou casos que provocam dores no corpo, esgotamento emocional resultante do fato de lidarem diariamente com a vida e a morte. Conclui-se que a sobrecarga de trabalho, por conta de longos trajetos e números mínimos de pessoal tem sido um dos grandes motivadores não só de erros de enfermagem como também do adoecimento dos trabalhadores

Referências

1. DEJOURS, C. Uma nova visão do sofrimento humano nas organizações. In: CHANLAT, J. F. (Org) O individuo na organização: Dimensoes esquecidas. São Paulo: Atlas, 1992.
2. FREUD, S. O mal-estar na civilização (1930). In: Ediçao Standart Brasileira as Obras Completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1976, vol XXI.
3. MEZAN, R. Psicanálise e cultura, psicanálise na cultura. In: MEZAN, R. Interfaces da psicanálise. São Paulo: Companhia das letras, 2002.
4. Pressotto GV, Ferreira MBG, Contim D, Simaoes ALA. Dimensoes do trabalho do enfermeiro no contexto hospitalar. Rene. 2014;15(5):760-70.
5. Arruda A, Portela L, Griep R, Silva-Costa A, Rotenberg L. The relationship between nigth work and mental helth among hospital workers. Occup Environ Med. 2014;71(Suppl 1):87-8.
6. Felli VEA. Condiçoes de trabalho de enfermagem e adoecimento:motivos para redução da jornada de trabalho para 30 horas. Enfermagem em Foco. 2012;3(4):178-81.
7. Van Bogaert P, Timmermans O, Weeks SM, van Heusden D, Wouters |K, Franck E. Nurseing unit teams matter: impact ofunit-level nurse practice, environment, nurse work characteristics, and burnout on nurse reportedjob outcomes, and qualityof care, andpatient adverse events-a crosss=sectional survey. Int J Nurs Stud. 2014;51(8):1123-34.
8. Rothschild JM, Landrigam CP, Cronin JW, Kaushal R, Lockley E, et al. The Critical Care Safety Study: The incidence and nature of adverse and serious medical erros in intensive care. Crit Care Med. 2005;33(8):1694-700.
9. Daud-Gallotti R, Novaes HMD, Lorenzi MC, Eluf NetoJ, Okamura MN, Pizzo VRP. Adverse events in patiens whith community-acquired pneumonia at na acaemic tertiary emergency departamento. Infect Dis ClinPract. 2006;14:350-9
10. Forster AJ, Kyeremanteg K, Hooper J, Shojania KG, Van Walraven C. The impact of adverse events in the intensive care unit on hospital mortality and legength of stay. BMC Health Serv Res[ Internet].2008[cited 2014 June 03];8:259. Available from:http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2621200/
11. ChungYC, Hung CT, Li SF, Lee HM, Lee HM, Wang SG, Chang SC et al. Risk of musculoskeletal disorder among Taiwanese Nurses cohort: a nationwidepopulation-based study. BMC Musculoskelet Disord. 2013;14(1):144.
12. Lacman S, Sznelwar LI, organizadores. Crhistoper Dejours: da psicologiaá dinâmica do trabalho. Rio de Janeiro: FIOCRUZ: 2004
13. LPP, M. E. N., & MALAGRIS, L. E. N., (2001). O stress emocional e seu tratamento. In B. Rangé(Org). Psicoterapias cognitivo-comportamentais: um dialogo com a psiquiatria(p.475-490).Porto Alegre: Artmed
14. Dr Rocha- exc4esso de trabalho- doenças relacionadas. https://drrocha.com.br/excesso-de-trabalho%F0%9F%91%A8%E2%80%8D%F0%9F%92%BB
15. Araújo TM, Aquino S, Menezes G, Santos CO, Aguiar L. Aspectos psicossociais do trabalho e distúrbios psíquicos entre trabalhadores de enfermagem. Ver Saúde Pública. 2003;37(4):424-33.
16. Ministerio do trabalho- Como prevenir as doenças ocupacionais. Ele é um instantâneo da pagina com a aparência que ela tinha em 3jun.2019
https://www.anamt.org.br/portal/2017/08/08/ministerio-do-trabalho-como-prevenir-as-doencas-ocupacionais/.
17. Ribeiro EJG, Shimizu HE. Work acidentes involving nursing workers. Ver Bras Enferm. [serial on the Internet] 2007 September-October [cited 2009 August 6];60(5): [about 6 screens]. Available from: http://www.scielo.br/ pdf/ reben/v60n5/v60n5a10.pdf].
18. |Miorin JD, Camponogara S, Pinno C, Freitas EO, Cunha Qb, Dias GL. Estrategias de defesa utilizadas por trabalhadores de enfermagem atuantes em pronto socorro. Revista Enferm Foco[Internet].2016 [acessado em 13 out. 2017];7(2):57-61. Dis´ponivel em: http//www.dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20160036.
19. Kolhs M, Olschowsky A, Barreta NL, Schimerfening J, Vargas R, Busnello GF. A enfermagem na urgência e emergência: entre o prazer eo sofrimento. J Res Fundam Care Online [Internet].2017 [acessado em 30 out. 2017];9(2):422-31. Disponivel em: http//dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2017.v9i2.422-431
20. Jaskowiak CR, Zamberlan p, Fontana RT. Processode morte e morrer : sentimentos e percepções de técnicos em enfermagem. J Res Fundam Care online[Internet].2013[acessado em 25 nov. 2017];5(1):3515-22. Disponivel em : http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2013v5n1p3515.
21. Martins JT, Robazzi MLCC. O trabalho doenfermeiro em unidade de terapia intensiva: Sentimentos de sofrimento. .Rev Latino- Am Enfermagem [Internet]. 2009[acessado em 19 nov. 2017];17(1). Disponivel em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v17n1/pt09.pdf.
22. Calderero ALR, Miasso Al, Corradi-Webster Cm. Estresse e estratégias de enfrentamento em uma equipe de enfermagem de pronto Atendimento. Ver Eletr Enf [Internet]. 2008 em: https://doi.org/10.5216/ree.v10i1.7681.
23. Silveira MM , Stumm EMF, Kirchner RM. Estressores e coping: enfermeiros de uma unidade de emergência hospitalar. Ver Eletr Enf [Internet].2009 [acessado em 6 nov. 2017];11(4):894-903.Disponivel em: http://www.fen.ufg.br/revista/v11/n4/pdf/v11n4a15.pdf.
24. Pereira CA, Miranda LCS, Passos JP. O estresse ocupacional da equipe de enfermagem em setor fechado. J Res Fundam Care [Internet}.2009[acessado em 13 nov. 2017];1(2):196-202. Disponivel em: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2009.v1i2.%25p.
Publicado
2019-10-09
Como Citar
1.
Muniz DC, Andrade EG da S, Santos WL dos. A saúde do enfermeiro com a sobrecarga de trabalho. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 9º de outubro de 2019 [citado 12º de novembro de 2019];2(Esp.2):274-9. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/275

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 3 > >>