Análise da Atividade Antifúngica do Barbatimão (Stryphnodendron adstringens) in vitro contra Cryptococcus neoformans

  • Agripina Muniz Leite Esper
  • Maykene Soares Torres
  • Mayara Pereira da Costa
  • Eloísa Elena Cangiani
  • José de Souza Soares
Palavras-chave: Cryptococcus neoformans, antifúngica, Barbatimão

Resumo

Introdução: Os microorganismos tem apresentado nas últimas décadas, uma crescente aquisição de resistência aos antimicrobiano alopáticos, o que tem despertado estudos com compostos vegetais a procura de alternativas ao tratamento, além de redução dos efeitos adversos e dos custos. O extrato hidroalcóolico do Stryphnodendron adstringens (Barbatimão) é um composto fitoterápico com inúmeras propriedades medicinais, como ações cicratizantes, antiinflamatórias, hemostáticas, anti-edematogênica, anti-séptica e anti-diarréica, e seu uso também é empregado na medicina popular contra diferentes tipos de infecções. Objetivos: Verificar a capacidade antimicrobiana (fungicida e fungistático) in vitro através da atividade inibitória mínima (CIM) e concentração fungicida mínima (CFM) de extrato hidro alcóolico do Stryphnodendron adstringens contra cepas de Cryptococcus neoformans, em diferentes concentrações. Metodologia: Este trabalho é um estudo experimental, qualitativo e quantitativo, realizado nos laboratórios do Centro Universitário do Planalto Central - Uniplan. Foram utilizados métodos experimentais na determinação da CIM, através da técnica de microdiluição; e da determinação da CFM, através do método de difusão em ágar sabouroud dextrose frente às cepas de C. neoformans. Resultados: Nas análises in vitro em àga sabouroud destrosado o extrato hidro alcóolico aapresentou CIM variando de 60μg/mL a 80 μg/mL e a CFM variou de 40μg/mL a 200μg/mL. Conclusão: Extrato de hidro alcóolico de Stryphnodendron adstringens, apresentou atividade inibitória moderada in vitro contra de cepas de Cryptococcus neoformans, indicando um potencial antifúngico, possivelmente devido aos seus compostos fenólicos, taninos e flavonoides. Os resultados preliminares apontam potencial antifúngico, necessitando de mais estudos que comprovem sua eficácia, em concentrações superiores ou em combinação com outras substâncias.

Publicado
2019-06-10
Como Citar
1.
Esper AML, Torres MS, Costa MP da, Cangiani EE, Soares J de S. Análise da Atividade Antifúngica do Barbatimão (Stryphnodendron adstringens) in vitro contra Cryptococcus neoformans. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 10º de junho de 2019 [citado 22º de julho de 2019];2(Esp.1):66. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/241