Atenção farmacêutica em drogarias: cuidados com a saúde do homem

  • Jose Nilton de Morais Silva
  • Vando Nunes de Souza
  • Evaldo Nunes de Souza
  • Aline Palma Santos
Palavras-chave: Atenção farmacêutica, Saúde do homem, Integralidade em saúde

Resumo

Introdução: A atenção farmacêutica compreende ações de interação direta do farmacêutico com o usuário, visando dentre outras ações de saúde, o uso racional de medicamentos e a qualidade de vida. A saúde do homem no contexto de saúde brasileiro encara desafios devido a diversos fatores como horário de trabalho excessiva, vergonha, falta de reconhecer de enfermidade, invisibilidade da figura masculina nos serviços de saúde e falta de políticas públicas voltadas aos homens, esses fatores expressam a resistência por parte dos homens em procurar atendimento na atenção básica de saúde. O papel do farmacêutico em drogarias, devido ao contato direto facilita a comunicação preventiva, colaborando também com a adesão e o uso correto de medicamentos, falando de possíveis efeitos colaterais e a importância da adesão ao tratamento, colaborando assim também com os demais profissionais de saúde, principalmente prescritores. Objetivos: Este estudo objetivou compreender os desafios da população masculina adulta para a baixa procura do serviço de saúde e analisar a contribuição da atenção farmacêutica em drogarias para promoção da saúde do homem. Métodos: Revisão narrativa da literatura, através de uma pesquisa bibliográfica que busca responder a seguinte questão norteadora da pesquisa: quais principais fatores para o cuidado da saúde do homem e como o farmacêutico pode ajudar? Utilizou-se como base de dados, literaturas portuguesas e inglesas publicadas entre 1998 e 2018 nas bases de dados PubMed, LILACS e SciELO. Resultados: A estruturação do serviço de saúde não tem como característica um local acolhedor, principalmente para homens visto que muitos demonstram constrangimento, impaciência e ansiedade. A busca do homem por resoluções rápidas através de medicamentos aproxima-o das drogarias. Nesse contexto a orientação associado ao medicamento, ou até mesmo a informação pelo farmacêutico, abre-se espaço para o surgimento de outras questões relacionadas a saúde. As necessidades de saúde dos homens estão pautadas por questões como o trabalho, a sexualidade, a estrutura corporal, a vida comunitária, as relações familiares, entre outras as necessidades de saúde das masculinidades e suas particularidades que não são acolhidas integralmente nas práticas de cuidado dos serviços de saúde. Conclusão: O farmacêutico como profissional de saúde pode aproveitar do contato direto em drogarias com os homens para orientar homens da importância do cuidado com a saúde. A empatia no cuidado é fundamental e as estratégias podem variar desde campanhas, folders, palestras até consultas farmacêuticas. Contudo, outros estudos ainda são necessários para elaborar individualmente cada estratégia para saúde do homem.

Publicado
2019-06-10
Como Citar
1.
Silva JN de M, Souza VN de, Souza EN de, Santos AP. Atenção farmacêutica em drogarias: cuidados com a saúde do homem. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 10º de junho de 2019 [citado 22º de julho de 2019];2(Esp.1):63. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/238