A Importância da Atenção Farmacêutica na Prevenção de Problemas de Saúde

  • Danubia Pereira Honório Santana
  • Janaína de Castro Ferrão Taveira
  • Anna Maly de Leão e Neves Eduardo
Palavras-chave: Atenção Farmacêutica, Profissional farmacêutico, Promoção da saúde

Resumo

Introdução: A Atenção Farmacêutica consiste em um conjunto de práticas de atividades específicas desenvolvidas pelo farmacêutico no contexto da Assistência Farmacêutica. Essa prática tem como foco central o paciente, a educação em saúde, a orientação farmacêutica e o registro sistemático de atividades a fim de buscar e obter resultados definidos e mensuráveis da resposta satisfatória ao tratamento medicamentoso com o objetivo de aumentar seus efeitos e identificar Problemas Relacionados a Medicamentos. A Atenção Farmacêutica surgiu na metade da década de 1980 nos Estados Unidos como uma nova proposta de prática profissional da qual gerou uma verdadeira reflexão acerca do exercício profissional farmacêutico. Com a expressão pharmaceutical care, HEPLER & STRAND (1999) definiram a Atenção Farmacêutica como: “... a provisão responsável da farmacoterapia, de maneira a alcançar resultados que melhorem a qualidade de vida do paciente”. Sendo assim, a Atenção Farmacêutica traz em si o conceito de que o bem-estar do paciente é o elemento fundamental das ações do farmacêutico em conjunto com a equipe de saúde e aos dos membros da comunidade para promover a saúde. Entretanto, apesar do sabido benefício da Atenção Farmacêutica, ela enfrenta empecilhos para ser implantada. Dificuldades encontradas no sistema de saúde público e privado e a falta de formação da maior parte dos profissionais para tal, são alguns obstáculos para a não realização dessa prática. Objetivo: Dessa forma, o objetivo geral do trabalho é analisar as principais concepções e aplicações da Atenção Farmacêutica e a sua contribuição na prevenção de doenças, promoção e recuperação da saúde. Metodologia: Para a construção deste trabalho foi realizado levantamento bibliográfico, no período de 2004 a 2018, cuja estratégia foi a utilização do descritor de busca: Atenção Farmacêutica. A revisão foi realizada com seleção de artigos nas bases de dados no SCIELO, revistas do Conselho Federal de Farmácia (CRF), Revista Brasileira de Farmácia (RBF) e Ministério da Saúde (MS). Resultado: A Atenção Farmacêutica permite uma relação direta do farmacêutico com o usuário do medicamento, objetivando uma farmacoterapia racional e atingir resultados definidos e mensuráveis, e, assim, melhorar a qualidade de vida. Essa relação farmacêutico-paciente também deve abranger as concepções dos seus usuários, respeitando suas características biopsicossociais, sob a perspectiva da integralidade das ações de saúde (OPAS/MS, 2002). Nesse contexto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera a Atenção Farmacêutica como uma atividade imprescindível ao vínculo paciente-medicamento, pois constitui-se em um grupo de práticas realizadas pelo profissional farmacêutico, com o objetivo de orientar o paciente quanto ao uso correto de medicamentos (WHO, 2000). Dessa maneira, a ausência da Atenção Farmacêutica compromete o processo de cura ou a manutenção da saúde do paciente gerando agravamento do quadro clínico e podendo leva-lo até mesmo ao óbito. Logo, o usuário do medicamento deve ser o foco central das atividades do farmacêutico (ZUBIOLI, 1999). Considerando que muitos pacientes utilizam os medicamentos de maneira inadequada, seja ao administrar, ao armazenar ou quanto a forma de prepara-los, e, dessa maneira, pode causar danos à saúde (SCHENKEL, et al., 2004), a Atenção Farmacêutica faz-se necessária nos estabelecimentos de saúde pública e privada. Entretanto, apesar da sabida importância da Atenção Farmacêutica, ela ainda é pouco praticada. A maioria dos profissionais não tem formação voltada para tal. Além disso, no sistema público o farmacêutico se ocupa mais de serviços burocráticos e não se envolve com o paciente e em farmácias e drogarias o farmacêutico é visto como um mero comerciante. Conclusão: A Atenção Farmacêutica é uma recente concepção de prática farmacêutica que, mesmo enfrentando obstáculos para ser implantada, vem surgindo gradativamente em estabelecimentos de saúde pública e privada beneficiando o paciente com uma terapêutica mais efetiva e consequentemente resultados satisfatórios. É uma prática imprescindível e destinada a atender uma nova demanda social, sendo assim, fundamental nos serviços de saúde. Portanto, a Atenção Farmacêutica com orientação farmacoterapêutica e acompanhamento do tratamento pode promover a prevenção de problemas de saúde, devido ao conhecimento dos medicamentos que estão sendo utilizados no paciente e, dessa maneira, reduzindo os erros de medicação e reações adversas, além da interação com a equipe de saúde.

Publicado
2019-06-10
Como Citar
1.
Santana DPH, Taveira J de CF, Eduardo AM de L e N. A Importância da Atenção Farmacêutica na Prevenção de Problemas de Saúde. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 10º de junho de 2019 [citado 20º de setembro de 2019];2(Esp.1):59-0. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/235

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##