Avaliação in vivo De Formas Farmacêuticas Tópicas Com Potencial Efeito Cicatrizante De Mucilagem De Aloe vera L

  • Gyzelle Pereira Vilhena do Nascimento
  • Catarina Rocha Garofalo Pinto
  • Ricardo Chiappa
Palavras-chave: Babosa, Fissuras podais, Fitoterapia

Resumo

Introdução: O uso de plantas medicinais para tratamento, cura e prevenção de doenças tem origem, principalmente, no conhecimento popular derivado de culturas antigas e se baseia em um conjunto de saberes populares. O gel da mucilagem de Aloe vera tem se mostrado eficiente contra queimaduras de pele e úlceras cutâneas, atualmente usado em forma de cremes e pomadas, auxiliando na cicatrização de queimaduras, eczema e psoríase. Em se tratando do sumo desta planta, quando aplicado diretamente em feridas abertas, detecta-se ação anestésica, antimicrobiana e o aumento da microcirculação. Os benefícios do seu uso estão relacionados com sua ação direta sobre os mediadores químicos responsáveis pelo processo de reparação de tecidos inflamados. Objetivo: O presente trabalho teve como objetivo avaliar a possível atividade cicatrizante, in vivo, da mucilagem de Aloe Vera L. a partir de formas farmacêuticas tópicas, gel e sérum, ambas de baixo custo para tratamento de fissuras calcâneas. Métodos: 12 docentes da Instituição de Ensino Superior, UNICEPLAC, de vários cursos de graduação. Para avaliar a possível atividade cicatrizante da mucilagem da folha de Aloe Vera L. a partir de formas farmacêutica tópicas, gel ou sérum, devolvidas no laboratório de farmacotécnica. Metade dos participantes, diagnosticados com fissura podal na região do calcâneo, fizeram uso diário, preferencialmente noturno, de um dos produtos desenvolvidos a base de Aloe vera L., enquanto a outra metade, sem a manifestação da podopatia, usaram uma das formas farmacêuticas de modo semelhante, para análise de possíveis reações adversas e grau de hidratação cutânea. Todos os participantes foram acompanhados quinzenalmente para análises da ação clínica do gel e do sérum desenvolvidos, bem como análise possíveis reações adversas. Número de aprovação no CEP: 00800818.9.0000.5058. Resultados: Os produtos desenvolvidos, gel e sérum, possibilitaram cicatrização das fissuras cutâneas e diminuição das placas de hiperqueratose nos cinco participantes com indicação da podopatia. Em apenas um participante do estudo as lesões podais não foram completamente cicatrizadas. Já os participantes que não tinham fissuras podais apresentaram melhora no grau de hidratação da pele e não relataram reações adversas às formas farmacêuticas utilizadas durante o estudo. Conclusão: Os resultados corroboram muitos artigos que também sugerem que a mucilagem da Aloe vera L. tem potencial ação cicatrizante cutânea sendo uma alternativa no tratamento de fissuras calcâneas.

Publicado
2019-06-10
Como Citar
1.
Nascimento GPV do, Pinto CRG, Chiappa R. Avaliação in vivo De Formas Farmacêuticas Tópicas Com Potencial Efeito Cicatrizante De Mucilagem De Aloe vera L. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 10º de junho de 2019 [citado 22º de julho de 2019];2(Esp.1):42. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/218