Avaliação da Eficácia do Extrato Aquoso de Cucumis melo L (Melão) in vitro sobre o Helminto Strongyloides venezuelensis

  • Leandro Cordeiro Santos
  • Vânia Sousa Araujo
  • Pedro Luiz Gonçalves Chaves
  • Raphael da Silva Affonso
  • Juliana Paiva Lins
  • Eleuza Rodrigues Machado
Palavras-chave: Cucumis melo L, Strongyloides venezuelensis, Anti-helmintíco, Ivermectina, Fruta

Resumo

Cucumis melo L é uma fruta cultivada mundialmente. A polpa carnosa é de grande valornutricional, e as sementes ricas em: Selênio, Potássio, Zinco, Cobre, Proteínas, Lipídios, Fibrase Carotenoides. As sementes atuam como analgésico natural, antioxidante, protege coração,rins, anticancerígeno, fortalece a capacidade física, auxilia no metabolismo, etc. Objetivo:Verificar se extrato aquoso de Cucumis melo L controla in vitro a evolução do helmintoStrongyloides venezuelensis. Material e métodos: Cucumis melo L foi obtido de supermercadosna cidade Regional de Taguatinga. As sementes foram lavadas com água destilada, secas a60ºC, e triturados em liquidificador. Dez g desse pó foram diluídos em 250 mL de água e mantidaem repouso por 24 h/4oC. O extrato foi coado, congelado a -20ºC e liofilizado. 0,3 g do pó foidiluído em 6 mL de água (solução inicial) e dessa solução fizeram dez diluições seriadas, sendocolocado 600 µL/poço. S. venezuelensis (S.v) é mantido na UnB em Rattus novergicus. Fezesdesses ratos foram cultivadas em carvão mineral, mantidas a 26ºC/3 d, e as L3 foramrecuperadas da cultura pelo método de Rugai. L3 foram contadas e cerca de 1.200 diluídas em100 µL de água e usadas em cada teste. Resultados: 99% das L3 do controle positivo estavamvivas até 48 h. L3 tratadas com ivermectina morreram 100% após 24 h de tratamento. O extratonas concentrações de 0,3 g a 0,075 g matou 100% das larvas após 12 h. Nas demaisconcentrações a morte das L3 diminuíram gradativamente, e na concentração de 0,001 mg 98%delas estavam vivas. Nas demais concentrações e tempos avaliados (24, 36 e 48 h) não houvediferenças nos resultados. Conclusões: Extrato de Cucumis melo L apresenta efeito anti-S.venezuelensis, e pode ser usado para extração do princípio ativo e produção de novosantihelminticos para enteropasitos.

Publicado
2019-06-10
Como Citar
1.
Santos LC, Araujo VS, Chaves PLG, Affonso R da S, Lins JP, Machado ER. Avaliação da Eficácia do Extrato Aquoso de Cucumis melo L (Melão) in vitro sobre o Helminto Strongyloides venezuelensis. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 10º de junho de 2019 [citado 20º de setembro de 2019];2(Esp.1):35. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/209

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>