Desafios da adesão ao tratamento de tuberculose na atenção primária

  • Larissa Alves Ferreira
  • Viviane Correa de Almeida Fernandes
  • Lívia Rocha de Medeiros
  • Carla Paulinelli Seba
  • Paula Lawall
Palavras-chave: Tuberculose, Atenção Primária, Tratamento

Resumo

Nota-se que atualmente, o Brasil tem enfrentado dificuldades de enfrentamento de agenda de doenças infecto parasitárias ao longo dos anos. A adesão ao tratamento da Tuberculose (TB) é uma dessas dificuldades, observada pela alta prevalência da doença, apesar do tratamento efetivo. Torna-se relevante a discussão sobre essa problemática na busca por soluções de enfrentamento efetivas. O objetivo desse trabalho é enfatizar o desafio encontrados para adesão ao tratamento de tuberculose na Atenção Primária. Realizou-se uma revisão de literatura na Base de Dados Scileo (Scientific Electronic Library Online) e Lilacs, com os seguintes descritores: dificuldades de adesão ao tratamento da TB na Atenção Primária. Foram analisados 18 artigos, no período de 2013 a 2018, selecionando-se 8 artigos e excluídos artigos repetidos e que não respondiam ao objetivo desse trabalho. A TB é uma doença infectocontagiosa provocada pela Mycobacterium tuberculosis, conhecida como bacilo de Koch. Essa doença possui diversas formas clínicas, sendo a forma pulmonar, a mais frequente. Indicadores epidemiológicos demonstram que em 2015, no Brasil, foram notificados 63.189 casos novos de TB, com abandono da terapêutica de 11,0%. O tratamento da é longo, e é notório que a longa duração do mesmo é um dos fatores limitadores da sua continuidade adequada. A dificuldade de adesão ao tratamento envolve aspectos sociais, psíquicos e comportamentais. Falta de informação, estigma da doença, uso de álcool, tabaco e outras drogas, problemas socioeconômicos, vinculação da cura à prática religiosa, melhora dos sintomas no início do tratamento e dificuldades relacionadas ao processo de trabalho dos profissionais de saúde foram os principais motivos relacionados ao abandono do tratamento. A TB representa um grande desafio para a saúde pública. Assim, conhecendo as causas mais frequentes de dificuldade de adesão ao tratamento, é imprescindível a abordagem através de medidas educativas, tanto para os usuários, quanto aos profissionais de saúde, promovendo mudanças no acolhimento, humanização, favorecimento de vínculo, acompanhamento presente e longitudinal e oferta da rede de apoio.

Publicado
2019-06-10
Como Citar
1.
Ferreira LA, Fernandes VC de A, Medeiros LR de, Seba CP, Lawall P. Desafios da adesão ao tratamento de tuberculose na atenção primária. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 10º de junho de 2019 [citado 20º de setembro de 2019];2(Esp.1):30. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/203