O papel do farmacêutico como difusor de conhecimentos em fitoterápicos

  • Polyana Biserra de Sousa
  • Ingrid Gabrielle Rodrigues de Alencar
  • Vitor Tadeu Afonso Rodrigues
Palavras-chave: Farmacêutico, Fitoterápicos, Interação medicamentosa

Resumo

A legislação sanitária brasileira define os medicamentos fitoterápicos como aqueles obtidos comemprego exclusivo de matérias-primas ativas vegetais cuja segurança e eficácia estejambaseadas em evidências clínicas e que sejam caracterizados pela constância de sua qualidade.Fitoterápicos são medicamentos que possuem risco, efeitos indesejáveis e causam interaçõesmedicamentosas. Tendo isso em vista, os mesmos não devem ser utilizados de formadesregrada e sem prescrição médica ou orientação farmacêutica. O emprego de plantas comconclusões medicinais, para cura, prevenção e tratamento de doenças é uma das mais antigasformas de prática medicinal da humanidade. Os medicamentos exprimem, em sua quaseplenitude, um único princípio ativo que é responsável pelo seu efeito farmacológico, os extratosvegetais e de fungos, são constituídos por misturas multicomponentes de substâncias ativas,parcialmente ativas e inativas, que, muitas das vezes, atuam em alvos farmacológicosdiferentes. A vigência destes extratos é a resposta do seu uso, por diferentes grupos étnicos.Alguns povos ainda fazem uso consciente de medicamentos fitoterápicos tradicionaisrelacionados com saberes e práticas que foram adquiridas ao longo dos séculos. No entanto,deve-se ressaltar que, muitas vezes, o uso desta medicina tradicional se dá por falta de acessoao medicamento, e é nesse cenário que aparecem os espertalhões que vendem fitoterápicosfalsos e milagrosos. Ressaltar a importância do farmacêutico na área de fitoterápicos ecatequizar a população no uso de medicamentos deste âmbito. Foi realizado uma revisãobibliográfica de artigos relacionados, com o intuito de evidenciar o papel do profissionalfarmacêutico na área de fitoterápicos. Evidenciando o fato que são medicamentos e quepossuem riscos. Nesse contexto, o farmacêutico tem o encargo de, orientar à população,manter o uso correto de fitoterápicos, bem como, informar a melhor maneira para o tratamentocom estes. O aproveitamento da fitoterapia encontra-se em crescimento por parte da populaçãobrasileira, tornando o mercado farmacêutico promitente, porém, na maioria das vezes, autilização é feita por conta própria, sem nenhuma orientação médica, e o papel do farmacêuticoé de fundamental importância para garantir o uso eficiente e adequado dos fitoterápicos.

Publicado
2019-06-10
Como Citar
1.
Sousa PB de, Alencar IGR de, Rodrigues VTA. O papel do farmacêutico como difusor de conhecimentos em fitoterápicos. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 10º de junho de 2019 [citado 20º de setembro de 2019];2(Esp.1):7. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/172