Utilização de fitoterápicos por estudantes do curso de farmácia de uma instituição particular do Distrito Federal

  • Maria de Lourdes Alves Carneiro
  • Luciana Zaranza Monteiro
Palavras-chave: Fitoterápicos, Farmácia, Universitários

Resumo

Os Fitoterápicos são medicamentos que são obtidos empregando-se, como princípio-ativo, exclusivamente derivados de drogas vegetais. Nos últimos anos pode-se observar um crescimento no consumo de medicamentos fitoterápicos pela população brasileira. Investigar o perfil do uso de fitoterápicos por estudantes do curso de Farmácia em uma instituição de ensino particular do Distrito Federal. Estudo transversal com 200 estudantes, realizado entre novembro de 2018 a março de 2019. Utilizou-se um questionário semi-estruturado abordando questões sociodemográficas e questões acerca do perfil do uso de fitoterápicos. A amostra foi constituída por maioria mulheres (76%), sem companheiro (64%), com baixa classe econômica (62%), baixa ingesta de álcool (59%), estado nutricional (56% sobrepeso), inatividade física (66%) e percepção de saúde regular (32%). Apenas 31% dos estudantes alegaram ter conhecimento sobre o uso da fitoterapia e 59% não acreditavam na eficácia desses medicamentos. Em relação ao uso, 44% utilizam algum tipo de fitoterápico e 23% adquirem por recursos próprios; e os motivos que levam aos estudantes a usarem, 38.6% afirma ser mais barato. Os principais fitoterápicos mais utilizados foram: maracujá (55.7%), camomila (54.5%) e guaraná (46.6%). Os estudantes não apresentaram um bom conhecimento e poucos faziam uso dos fitoterápicos. Observa-se a necessidade de futuros estudos sobre o uso adequado dos fitoterápicos.

Publicado
2019-06-10
Como Citar
1.
Carneiro M de LA, Monteiro LZ. Utilização de fitoterápicos por estudantes do curso de farmácia de uma instituição particular do Distrito Federal. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 10º de junho de 2019 [citado 22º de julho de 2019];2(Esp.1):5. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/169