Perigo dos medicamentos para emagrecer

Autores

  • Kadu Pereira dos Santos
  • Guilherme Eduardo da Silva
  • Karina Ribeiro Modesto

Palavras-chave:

Efeitos adversos, Medicamentos, Obesidade, Prevenção, Risco à Saúde

Resumo

A obesidade é uma doença crônica, complexa e multifatorial, que geralmente se inicia na infância e na adolescência, e tem origem em uma interação genética e ambiental, sendo mais importante a parte ambiental ou comportamental, que é estabelecida por um desequilíbrio entre a ingestão e gasto de energia. A presente pesquisa tem como obejetivo geral entender os efeitos colaterais prejudiciais ao organismo das pessoas que se submete a terapia medicamentosa para emagrecer. A pesquisa se justifica ao mostrar que muitas pessoas preferem usar drogas que reduzam o apetite, na esperança de perder peso rapidamente e sem sacrifícios, além disso, de acordo com especialistas, a sociedade tende cada vez mais se automedicar, em busca de uma melhor aparência fisica. Na elaboração desse trabalho, utilizou-se a pesquisa de revisão de literatura nas quais foi realizado um levantamento do referencial teórico em periódicos de plataformas científicas, com embasamento teórico-científico, em um período entre 2006 a 2016, a presente pesquisa foi realizada no período transcendente. O tema explanado veio para contribuir no meio científico com mais estudos sobre os medicamentos inibidores de apetite. Ao saber que a obesidade está associada a um grande número de doenças, favorecendo a aparência, facilitando a progressão e piorando o prognóstico, tornando-se um fato especialmente importante na obesidade mórbida. As pessoas com excesso de peso ou obesas devem ter claro que a perda de gordura corporal deve ser por saúde e não por aparência física. Dessa forma, ao invés fazer de medicamentos dietéticos com promessas milagrosas, o mais essencial é procurar um médico que conhecem os aspectos nutricionais.

Referências

Abrantes, M. M., Lamounier, J. A., & Colosimo, E. A. (2002). Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes das regiões Sudeste e Nordeste. J pediatr, 78(4), 335-40. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://www.scielo.br/pdf/jped/v78n4/v78n4a14>.

Mello, E. D. D., Luft, V. C., & Meyer, F. (2004). Obesidade infantil: como podemos ser eficazes?. Jornal de pediatria. Vol. 80, n. 3 (2004), p. 173-182. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://www.scielo.br/pdf/jped/v80n3/v80n3a04>.

Campos, L. D. A., & Almeida, P. C. D. (2007). Prevalência de sobrepeso e obesidade em adolescentes escolares do município de Fortaleza, Brasil. Rev. bras. saúde matern. infant, 7(2), 183-190. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=ADOLEC&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=454583&indexSearch=ID>.

Salve, M. G. C. (2006). Obesidade e peso corporal: riscos e consequências. Movimento & Percepção, 6(8), 29-48. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< file:///C:/Users/home/Downloads/MP-2005-50.pdf>.

Fernandes, M. M., Penha, D. S. G., & de Assis, F. (2012). Obesidade infantil em crianças da rede pública de ensino: prevalência e conseqüências para o desempenho físico. Journal of Physical Education, 23(4), 629-634. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://ojs.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/13991>.

Vasques, F., Martins, F. C., & Azevedo, A. P. D. (2004). Aspectos psiquiátricos do tratamento da obesidade. Rev Psiq Clin, 31(4), 195-8. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/roteiropedagogico/publicacao/6812_aspectos_psiquiatricos_do_tratamento_da_o.pdf>.

Marcelino, L. F., & Patrício, Z. M. (2011). A complexidade da obesidade e o processo de viver após a cirurgia bariátrica: uma questão de saúde coletiva. Ciência & Saúde Coletiva, 16, 4767-4776. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< https://www.scielosp.org/scielo.php?pid=S1413-81232011001300025&script=sci_arttext&tlng=en>.

Bernardi, F., Cichelero, C., & Vitolo, M. R. (2005). Comportamento de restrição alimentar e obesidade Restrained eating behavior and obesity. Revista de Nutrição, 18(1), 85-93. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< https://www.ingentaconnect.com/content/doaj/14155273/2005/00000018/00000001/art00008>.

Damiani, D., Carvalho, D. P. D., & Oliveira, R. G. D. (2000). Obesidade na infância–um grande desafio. Pediatria moderna, 36(8), 489-528. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?id_materia=462&fase=imprime>.

Monteiro, A. R. M. (2011). Produtos a base de plantas dispensados em ervanárias para o emagrecimento: efeitos terapeuticos, toxicologia e legislação. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/9156/2/TESE%20Ana%20Raquel.pdf>.

Massuia, G. A., Bruno, T. I. B., & Silva, L. S. (2008). Regime de emagrecimento x utilização de drogas. Rev Científ UNIFAE, 2, 1-9. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://www.fae.br/2009/PensamentoPlural/Todas/artigo21_regimedeemagrecimentoxutilizacao%20de%20drogas.pdf>.

Lopes, N. M., & Rodrigues, C. F. (2015). Medicamentos, consumos de performance e culturas terapêuticas em mudança: a process of change. Sociologia, Problemas e Práticas, (78), 9-28. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?pid=S0873-65292015000200001&script=sci_abstract&tlng=fr>.

Almeida, C. R. C., Souza, D. O. G. D., Ferreira, M. B. C., & Wofchuk, S. T. (2012). Levantamento do uso de medicamentos por estudantes do ensino médio em duas escolas de Porto Alegre, RS, Brasil. Ciência & educação. Bauru, SP. Vol. 18, n. 1 (2012), p. 215-230. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/106644>.

Carvalho, T. S., de Vasconcelos, F. C., & Carvalho, M. D. B. M. (2016). Análise do histórico de métodos de emagrecimento dos pacientes submetidos à cirurgia bariátrica em um hospital público de Belém-PA. RBONE-Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, 10(55), 4-11. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/397>.

Lando, G. A., Martins, B. A., & Clementino, G. C. (2018). Medicamentos milagrosos de emagrecimento: o direito dos consumidores frente às propagandas enganosas. Revista Ciência & Saberes-Facema, 3(4), 684-692. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://www.facema.edu.br/ojs/index.php/ReOnFacema/article/view/167>.

Chaud, D. M. A., & DML, M. (2004). Nutrição e mídia: uma combinação às vezes indigesta. Hig Alimentar, 116(117), 18-21. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/197775/mod_resource/content/1/NUTRI%C3%87%C3%83O%20E%20M%C3%8DDIA-%20UMA%20COMBINA%C3%87%C3%83O%20%C3%80S%20VEZES%20INDIGESTA.pdf>.

Fagundes, M. J. D., Soares, M. G. A., Diniz, N. M., Pires, J. R., & Garrafa, V. (2007). Análise bioética da propaganda e publicidade de medicamentos. Ciência & Saúde Coletiva, 12, 221-229. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< https://www.scielosp.org/scielo.php?pid=S1413-81232007000100025&script=sci_arttext&tlng=pt>.

Martins, M. D. C. D. C., Souza Filho, M. D. D., Moura, F. S., Carvalho, J. D. S. R. D., Müller, M. C., Neves, R. V., ... & Lima, I. P. (2011). Use of anti-obesity drugs among college students. Revista da Associação Médica Brasileira, 57(5), 570-576. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-42302011000500017&script=sci_arttext>.

Toledo, O. R., Castro, J. A. M., Honorio-França, A. C., França, E. L., & Ferrari, C. K. (2010). Uso de medicamentos para perda de peso e índice de massa corporal em universitários do Vale do Araguaia (MT/GO), Amazônia Legal. Rev Bras Clín Méd, 8(6), 480-5. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://www.sbcm.org.br/revistas/RBCM/RBCM-2010-06.pdf#page=15>.

Queiroz, R., & Nogueira, P. A. (2010). Diferenças na adesão ao tratamento da tuberculose em relação ao sexo no distrito de saúde da Freguesia do Ó/Brasilândia-São Paulo. Saúde e Sociedade, 19, 627-637. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< https://www.scielosp.org/scielo.php?pid=S0104-12902010000300014&script=sci_arttext&tlng=en>.

Fagundes, M. J. D., Soares, M. G. A., Diniz, N. M., Pires, J. R., & Garrafa, V. (2007). Bioethical analysis of drugs advertisement and publicity. Ciencia & saude coletiva, 12(1), 221-229. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232007000100025&script=sci_arttext>.

Bello, C. M., Montanha, J. A., & Schenkel, E. P. (2002). Análise das bulas de medicamentos fitoterápicos comercializados em Porto Alegre, RS, Brasil. Rev Bras Farmacogn, 12(2), 75-83. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< http://www.scielo.br/pdf/rbfar/v12n2/a04v12n2>.

Nunes, G. P., Silva, M. D., Resende, U. M., & Siqueira, J. D. (2003). Plantas medicinais comercializadas por raizeiros no Centro de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Rev Bras Farmacogn, 13(2), 83-92. Acessado em, 01 de Agosto de 2018. Disponivel em< https://s3.amazonaws.com/academia.edu.documents/36136749/Plantas_medicinais_comercializadas_por_raizeiros_em_MS.pdf?AWSAccessKeyId=AKIAIWOWYYGZ2Y53UL3A&Expires=1536775296&Signature=RlVUNgDjwASl0%2BSMI0UfcrlGwdU%3D&response-content-disposition=inline%3B%20filename%3DPlantas_medicinais_comercializadas_por_r.pdf>.

Shikanai-Yasuda, M. A., Telles Filho, F. D. Q., Mendes, R. P., Colombo, A. L., & Moretti, M. L. (2006). Guideliness in paracoccidioidomycosis. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, 39(3), 297-310. Acessado em, 06 de Outubro de 2018. Disponivel em< http://www.scielo.br/pdf/rsbmt/v39n3/a17v39n3.pdf>.

Vilela, J. E., Lamounier, J. A., Dellaretti Filho, M. A., Barros Neto, J. R., & Horta, G. M. (2004). Transtornos alimentares em escolares. J Pediatr, 80(1), 49-54. Acessado em, 06 de Outubro de 2018. Disponivel em< http://www.scielo.br/pdf/jped/v80n1/v80n1a10>.

Solís, A., Yong, G., Estrada, J., & Castelán, O. (2009). Retos de la producción artesanal de los quesos mexicanos para ingresar al concepto limpio, verde y ético. agrociencia, 13(3), 88. Acessado em, 06 de Outubro de 2018. Disponivel em< http://164.73.52.4/~agrociencia/index.php/directorio/article/view/244>.

Renner, F. W., Costa, B. P., Figueira, F. P., Ebert, J. P., Nascimento, L. S., Ferrari, L., ... & França, V. T. (2016). Avaliação do uso de drogas por gestantes atendidas em hospital de ensino do interior do Rio Grande do Sul. Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção, 6(2), 68-73. Acessado em, 06 de Outubro de 2018. Disponivel em< https://online.unisc.br/seer/index.php/epidemiologia/article/view/6976/0>.

Carlini, E. A., Nappo, S. A., Galduróz, J. C. F., & Noto, A. R. (2001). Drogas psicotrópicas: o que são e como agem. Revista Imesc, 3, 9-35. Acessado em, 06 de Outubro de 2018. Disponivel em< http://www.gruponitro.com.br/atendimento-a-profissionais/%23/pdfs/artigos/multidisciplinares/efeito_das_drogas_psicotropicas_no_snc.pdf>.

Francischi, R. P. P. D., Pereira, L. O., Freitas, C. S., Klopfer, M., Santos, R. C., Vieira, P., & Lancha Junior, A. H. (2000). Obesidade: atualização sobre sua etiologia, morbidade e tratamento. Revista de Nutrição. Acessado em, 06 de Outubro de 2018. Disponivel em< http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/84197>.

Strelec, M. A. A. M., Pierin, A. M., & Mion Júnior, D. (2003). A influência do conhecimento sobre a doença e a atitude frente à tomada dos remédios no controle da hipertensão arterial. Arq Bras Cardiol, 81(4), 343-54. Acessado em, 06 de Outubro de 2018. Disponivel em< http://www.scielo.br/pdf/%0D/abc/v81n4/17716.pdf>.

Malbergier, A., & Schoffel, A. C. (2001). Tratamento de depressão em indivíduos infectados pelo HIV. Revista Brasileira de Psiquiatria, 23(3), 160-167. Acessado em, 06 de Outubro de 2018. Disponivel em < http://www.scielo.br/pdf/rbp/v23n3/a09v23n3>.

de Matos Feijó, F., Bertoluci, M. C., & Reis, C. (2011). Serotonina e controle hipotalâmico da fome: uma revisão. Revista da Associação Médica Brasileira, 57(1), 74-77. Acessado em, 06 de Outubro de 2018. Disponivel em< https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0104423011702974>.

Aquino, D. S. D., Barros, J. A. C. D., & Silva, M. D. P. D. (2010). A automedicação e os acadêmicos da área de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, 15, 2533-2538. Acessado em, 06 de Outubro de 2018. Disponivel em< https://www.scielosp.org/article/csc/2010.v15n5/2533-2538/pt/>.

Publicado

2019-01-28

Como Citar

1.
Santos KP dos, Silva GE da, Modesto KR. Perigo dos medicamentos para emagrecer. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 28º de janeiro de 2019 [citado 28º de maio de 2020];2(1):37-45. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/140