A osteoporose: um dos principais fatores responsável de fraturas em idosos e sua relevância

Autores

  • Glauton Farias Carvalho Soares
  • Erci Gaspar da Silva Andrade

Palavras-chave:

Prevenção, Osteoporose, Enfermagem

Resumo

No Brasil, o número de pessoas que tem osteoporose chega a 10 milhões. Os gastos com o tratamento e a assistência no Sistema Único de Saúde com esse tipo de terapêutica, para a atenção ao paciente portador de osteoporose e vítima de quedas e fraturas. Estima-se que chegue a 160 milhões em 2050. Pretendeu-se verificar as precauções e a influência do exercício físico na osteoporose em idosos e com intuito de contribuir para o desenvolvimento de técnicas, assim levando em conta a atividade física ou a prática regular de exercícios influenciam a manutenção das atividades normais ósseas e por este motivo a atividade física tem sido indicada na osteoporose. De acordo com os dados obtidos nesta revisão pode-se concluir que atividade física e hábitos alimentares saudáveis são um dos fatores importante para prevenção e para o tratamento da osteoporose. A coleta de dados foi realizada através de acesso a bancos de dados como virtual BIREME e BVS, nos bancos de dados SCIELO, PUBMED e LILACS. A coleta de dados foi realizada em fevereiro e março de 2018. Utilizando os descritores prevenção, osteoporose, enfermagem.

Referências

Marcelo Lasmar dos Santos, Grasiely Faccin Borges. Exercício físico no tratamento e prevenção de idosos com osteoporose: uma revisão sistemática. Fisioter. Mov. Vol.23 nº2 Curitiba Abr/Jun 2010.

Camargos, Mirela; Bonfim, Wanderson. Osteoporose e expectativa de vida saudável: estimativas para o Brasil em 2010. Cad. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 25, n. 1, p. 106-112. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/cadsc/v25n1/1414-462X-cadsc-1414-462X201700010150.pdf> . Acesso em: 20Mar. 2018.

Anderson SaranzZago. Exercício físico e o processo saúde – doença no envelhecimento. Rev.bras. geriatr. gerontol. vol.13 nº1 Rio de Janeiro Jan/Abr. 2010.

Ministério da Saúde. Quedas de idosos. BVS biblioteca virtual em saúde, nov.2010. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas /184queda_idosos.html>Acesso em: 22Mar. 2018.

Heberth Rocha Barros, Raphael Mendes Ritti-Dias. Relação entre atividade física e densidade mineral óssea/ osteoporose: uma revisão de literatura. Escola Superior e Educação Física da Universidade de Pernanbuco – Recife. Brasil. 2016.

Danilo Simoni Soares, Luana Marques de Mello. Análise dos Fatores Associados a quedas com fratura de Fêmur em Idosos: Um Estudo de Caso-Controle. Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. 2016.

Luci Fabiane Scheffer Moraes, Everton Nunes da Silva, Diego Augusto Santos Silva. Gastos com Tratamento da Osteoporose em Idosos do Brasil (2008 – 2010): Análise dos Fatores Associados. Ver, Bras, Epidemiol. Vol 17 no.3 São Paulo Jul/Set. 2014.

Ana Carolina Veiga Silva, Maria Inês da Rosa, Bruna Fernandes, Suéli Lumertz, Rafaela Maria Diniz. Fatores Associados à Osteopenia e Osteoporose em Mulheres Submetidas à densitometria Óssea.Rev. Bras.Reumatol.vol.55.n3.São Paulo Mai 2015.

Bernardo Stolnicki, Lindomar Guimarães Oliveira. Para que a primeira fratura seja a última. Ver. Bras. Ortop. Vol 51 São Paulo mar/abr. 2016.

Linda Denise Fernandes Moreira, Mônica Longo de Oliveira, Ana Paula Lirani-Galvão, Rosângela Villa Marin-Mio. Exercício físico e osteoporose: efeitos de diferentes tipos de exercícios sobre o osso e a função física de mulheres pós-menopausadas. Arq.Bras.Endocrinol.Metab. vol.58 nº 5 São Paulo jul. 2014.

Lucas Emmanuel Pedro de Paiva Teixeira, Maria Stella Peccin, Kelson Nonato Gomes da Silva, Aline MizusakiImoto de Oliveira, Tiago José de Paiva Teixeira, Joelma Magalhães da Costa. Efeitos do exercício na redução do risco de quedas em mulheres idosas com osteoporose. Ver. Bras. Geriatra, vol.16 nº 3 Rio de Janeiro Jul/Sep. 2013.

Patrícia Azevedo Garcia, João Marcos Domingues Dias, Anny Sousa da Silva Rocha, Natanny Campos de Almeida, Osmair Gomes de Macedo, Rosângela Corrêa Dias. Relação da capacidade funcional, força e massa muscular de idosas com osteopenia e osteoporose. Fisoter.pesqui.vol22.nº2 são Paulo Abr/Jun. 2015.

Downloads

Publicado

2019-01-28

Como Citar

1.
Soares GFC, Andrade EG da S. A osteoporose: um dos principais fatores responsável de fraturas em idosos e sua relevância. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 28º de janeiro de 2019 [citado 12º de agosto de 2022];2(1):24-9. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/138

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>