A percepção dos Egressos de Enfermagem de uma instituição privada em Valparaíso de Goiás acerca da Fasceíte Necrótica

  • Jandery Simplício da Silva
  • Jaqueline Sousa de Oliveira Marques
  • Carolina de Oliveira Vogado
Palavras-chave: Fasceíte Necrótica, Egressos, Enfermagem

Resumo

De forma acelerada e contínua a Enfermagem vem crescendo técnica e científicamente, com esses avanços surgem novos estudos e descobertas que determinam novos conceitos e diagnósticos. A Faceíte Necrótica é uma infecção bacteriana causada por Estrepitococos, que acomete o tecido subcutâneo e fáscia muscular. Essa patologia atinge com mais frequência: Diabéticos, imunossuprimidos, etilistas, usuários de drogas intravenosas, portadores de doenças vasculares periféricas ou neoplásicas, desnutridos graves e gestantes. A respeito da Fasceíte Necrótica os Egressos de Enfermagem tiveram conhecimento na instituição de ensino, e souberam conceituar a síndrome, mas foram encontradas dificuldades por parte dos acadêmicos em prestar a assistência de enfermagem, em paciente com diagnóstico fechado. Muito se fala sobre a assistência prestada ao paciente, no entanto é importante destacar que na anamnese bem feita ajuda na coleta de dados e colabora para a conclusão do diagnóstico correta, possibilitando ao enfermeiro a prestação da devida assistência ao paciente. Esse artigo teve como objetivos: Identificar o conhecimento dos Egressos sobre a patologia, e se o mesmo encontra-se preparado a assistir e prestar assistência ao paciente com esse diagnóstico.

Publicado
2019-01-28
Como Citar
1.
Silva JS da, Marques JS de O, Vogado C de O. A percepção dos Egressos de Enfermagem de uma instituição privada em Valparaíso de Goiás acerca da Fasceíte Necrótica. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 28º de janeiro de 2019 [citado 25º de abril de 2019];2(1):11-4. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/136