Algumas considerações sobre as alterações ocorridas no padrão de crescimento da população brasileira durante a década 1980

Autores

  • George Henrique de Moura Cunha
  • Regina Maris Pinheiro D'Azevedo
  • Rogério Boueri Miranda

Palavras-chave:

Demografia, Natalidade, Fecundidade

Resumo

Neste artigo, abordaremos a questão as alterações no padrão de crescimento da população brasileira em meados do século XX, configurando-se em uma transição demográfica. Este processo está vinculado fortemente a dois movimentos temporalmente defasados: o primeiro, traduz-se na tendência da queda da taxa de mortalidade, iniciada a partir da década de 1940; e o segundo, verificado a partir da década de 60, marcado pela queda da taxa de natalidade.
Descritores: Demografia; Natalidade; Fecundidade.

Referências

- Martine G. A redistribuição espacial da população brasileira durante a década de 80. Brasília: Instituto Pesquisa Econômica Aplicada, Texto para discussão n0 329, janeiro; 1994.

- Alves EL, Soares FV. Ocupação e escolaridade: tendência recentes na Grande São Paulo. Brasília. IPEA. Texto para Discussão n0 428, 1996.

- Veras RP, Alves MIC. A população idosa no Brasil: considerações acerca do uso de indicadores de saúde. In: Os muitos Brasis: saúde e população na década de 80.São Paulo, 1995. p. 320-37.

- Duchiade M, Minayo MCS. População brasileira: um retrato em movimento, Os muitos brasis: saúde e população na década de 80. São Paulo/Rio de Janeiro: HUCITEC/ABRASCO, 1995. p.177-244.

- MARTINE G, Magno CJA, Arias A. Mudanças recentes no padrão demográfico brasileiro e implicações para a agenda social. Brasília: Instituto Pesquisa Econômica Aplicada, Texto para discussão n0 345, julho; 1994.

- Brasil. Indicadores sociodemográficos: grandes regiões e Unidades da Federação. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, 1991.

- Wood CH, Magno CJA. Demografia da desigualdade no Brasil. Rio de Janeiro, Instituto Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA, série PNPE,27, 1994.

- Macedo CV. O trabalho feminino e suas possíveis implicações sobre o crescimento demográfico. Rio de Janeiro: Centro de Estudos de Políticas de População e Desenvolvimento - CEPPD, 1985.

- Branco He. Família: indicadores sociais. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.1986.p.1-28.

- Ramos Lauro, Soares AL. Participação da mulher na força de trabalho e pobreza no Brasil. São Paulo: Revista de Economia Política.1996; 15 (3): 84-96.

Publicado

2018-11-02

Como Citar

1.
de Moura Cunha GH, Pinheiro D’Azevedo RM, Miranda RB. Algumas considerações sobre as alterações ocorridas no padrão de crescimento da população brasileira durante a década 1980. Rev Inic Cient Ext [Internet]. 2º de novembro de 2018 [citado 13º de agosto de 2020];1(Esp 4):347-56. Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/120