Revisão sobre Antiinflamatórios Não-Esteroidais: Ácido Acetilsalicílico

  • Alana Silva Lima
  • Haline Gerica de Oliveira Alvim

Resumo

Através deste estudo é possível compreender que os antiinflamatórios não-esteróides (AINES) constituem uma das classes de fármacos mais difundidas em todo mundo, utilizados no tratamento da dor aguda e crônica decorrente de processo inflamatório. Possuem ação antiinflamatória, analgésica e antipirética por inibição da síntese de prostaglandinas mediante ao bloqueio da ciclooxigenase1 (COX-1) e ciclooxigenase2 (COX-2), criando subgrupos de AINE seletivos e não-seletivos para COX-2. Contudo, as cicloxigenases expressam ações distintas. As propriedades farmacológicas dos AINES são derivadas principalmente da ação inibitória sobre a COX-2, enquanto as reações adversas são resultantes da inibição da COX-1. São múltiplos os riscos evidenciados na utilização exacerbada de AINE: riscos renais, hepáticos, cardiovasculares e trombóticos, gastrintestinais, reações cutâneas. Este artigo tem por objetivo descrever a categoria terapêutica dos AINEs, ao demonstrar suas propriedades farmacológicas, indicações clínicas e reações adversas; relacionar os riscos mais frequentes associados ao seu uso recorrente e irracional e ressaltar a importância da assistência farmacêutica na seleção e seguimento da terapia. O ácido acetilsalicílico é um dos AINES mais vendidos em todo o mundo, tem venda livre, tem ação farmacológica analgésica, anti-inflamatória, é usado no tratamento de dores leves e moderadas, para febre, artrites, seu uso exagerado pode causar principalmente lesão gástrica.

Descritores: Antiinflamatórios Não-esteróides; Ciclooxigenase; Inflamação; ASS (ácido acetilsalicílico).

 

Publicado
2018-07-03
Como Citar
1.
Lima A, Alvim H. Revisão sobre Antiinflamatórios Não-Esteroidais: Ácido Acetilsalicílico. REIcEn [Internet]. 3jul.2018 [citado 12dez.2018];1(Esp):169-74. Available from: http://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/69